Share

Idade maior, corrida melhor – por Leandro Sandoval

“O simples fato de correr nessa idade vai gerar fôlego, manutenção da força muscular e massa óssea, manter ótimos níveis de vitamina D, coração funcionando bem, regulando pressão, evitando tonturas, fraquezas e desequilíbrios, controlando possíveis diabetes, enfim, temos muitos benefícios.”

NUNCA pense que você envelheceu para a corrida. Corrida é esporte para envelhecer praticando. Primeiro porque não existe idade certa para se começar a correr. Temos caso do famoso maratonista, meu ídolo ao qual me inspiro, o indiano Fauja Singh, que começou a correr com 82 anos e até hoje, com mais de 100 anos, tem inúmeras provas e recordes no currículo. Mas tem que ser consciente para se manter correndo aos 60, 70, 80, pois o corpo necessita de cuidados especiais, de análise constante de nível de esforço, treinos específicos, manutenção de postura, ritmo, volume adequado. O simples fato de correr nessa idade vai gerar fôlego, manutenção da força muscular e massa óssea, manter ótimos níveis de vitamina D, coração funcionando bem, regulando pressão, evitando tonturas, fraquezas e desequilíbrios, controlando possíveis diabetes, enfim, temos muitos benefícios.

Mas não basta querer, tem que ter foco, não pode se deixar levar pela preguiça, ou pela “deprê” que vem com a idade. E é aí que estará a grande vantagem, treinando sempre, você estará motivado, sempre liberando endorfinas, e nas pistas você terá um ritmo excelente, passará pelos mais novos em provas e poderá soltar o maravilhoso e irritante grito de incentivo “ não desanima não menino(a)”. Os mais jovens piram quando isso acontece e eu adoro, pois não está sendo ultrapassado somente por mais um corredor, mas sim por anos de experiência. Não pare, não desista, nunca se entregue, idade e corrida é sempre uma ótima saída!

Leandro Sandoval é diretor Técnico da Life Training Assessoria Esportiva, formado em Educação Física UNIb e pós-graduado em Fisiologia do Exercício CEMAFE/USP. Fale com o Leandro:Facebook