Share

Pitaya, exótica e nutritiva

Ela é linda, tem uma cor incrível, dessas que lembram caneta marca-texto. Mas o encanto não termina por aí. Exótica, é conhecida em muitos países de dragon fruit, ou fruta do dragão, em bom português. O nome mais comum no Brasil, porém, é pitaya. Há três variedades, que se diferenciam apenas pela cor de sua camada externa e pelo colorido interno. A Hylocereus polyrhizus tem camada externa rosa forte e é branca na parte interna. Já a Hylocereus megalanthus tem a camada externa pink e apresenta a parte interna vermelha. A Selenicereus undatus tem a camada externa amarela e a parte interna é branca. Todas têm como principal característica o formato peculiar e a pele escamosa. O sabor é similar nas três variedades.

A fruta exótica nasce de uma espécie de cactos. Originária da América Central espalhou-se pelo mundo e tornou-se comum em países da Ásia, como a Indonésia. No Brasil, porém, é cultivada em São Paulo. Com pintinhas pretas, lembra um pouco o kiwi, mas tem uma vantagem: não é necessário descascar para saboreá-la, basta cortar ao meio e comer – com colher, cortando em pedações ou mesmo mordendo, como se fosse uma maçã.

É rica em gorduras monossaturadas, que ajudam a melhorar a saúde cardíaca, uma vez que seus nutrientes ajudam a diminui os níveis do colesterol ruim e, ao mesmo tempo, a melhorar os índices do colesterol bom. Um estudo realizado em 2010 mostrou que o consumo da pitaya pode reduzir os riscos de desenvolver doenças cardíacas. Ela também é rica em antioxidantes, que ajudam a combater aos radicais. A fruta do dragão ainda ajuda a eliminar metais pesados do organismo, responsáveis pela formação de tumores. Riquíssima em vitamina C, favorece a imunidade e melhora a textura da pele. Além disso, a fruta ajuda a controlar os níveis de glicemia e a pressão arterial.

Para corredores que adoram uma novidade, a fruta tem ainda outros benefícios: rica em fibras solúveis, tem efeito prébiotico, o que quer dizer que ajuda no funcionamento do intestino e promove a sensação de saciedade, ajudando no emagrecimento. Riquíssima em vitamina C, a pitaya é importante para fortalecer a imunidade e melhorar a textura da pele. A pitaya também é rica em ferro e em vitaminas do complexo B. O cálcio e o fósforo ajudam no fortalecimento ósseo na prevenção da osteoporose.