Para que servem os suplementos

Provavelmente entre uma passada e outra em eventos e parques você já ouviu nomes como whey protein, BCAA, glutamina…Mas o que são e para que servem os suplementos? Em primeiro lugar é preciso desmistificar esses produtos e acabar com a maior dúvida sobre eles: não, esses suplementos citados na frase anterior nada tem a ver com os famosos e perigosos anabolizantes.

Como a própria denominação diz, os suplementos têm por objetivo adicionar nutrientes à dieta, complementar alguma carência na alimentação diária. Usados mais frequentemente por esportistas, também são – em alguns casos – indicados em tratamentos pós-operatórios ou de problemas específicos de saúde. Mas é claro, que sempre sob a supervisão de um profissional especializado.

Para Rodolfo Peres, nutricionista esportivo, autor do livro “Viva em dieta, Viva melhor”, e Íris Miranda, especialista em nutrição esportiva, a suplementação alimentar ajuda o praticante de atividade física a melhorar ou recuperar sua performance, além de potencializar ganhos de massa muscular.

Depois dos carboidratos, o whey protein, os BCAAs e a glutamina estão entre os mais utilizados pelos corredores. O whey protein é basicamente a proteína extraída do soro do leite. “Possui como principal característica sua rápida velocidade de absorção e fácil digestibilidade. Normalmente é utilizada após uma atividade física intensa em conjunto com alguma fonte de carboidratos”, explica Rodolfo Peres. Íris ressalta que o whey atua na recuperação, construção e manutenção do tecido humano, não só muscular.

Já BCAAs, muito utilizado por corredores de médias e longas distâncias, são três aminoácidos: leucina, isoleucina e valina, que auxiliam na recuperação muscular. Eles evitam o catabolismo (degradação) e favorecem o anabolismo (regeneração) muscular.

A glutamina é o aminoácido mais presente no plasma sanguíneo e atua também como fonte de energia para parede do intestino e macrófagos, linfócitos e demais células do sistema imunológico. Tanto os BCAAs, quanto a glutamina podem ser usados antes, durante ou após uma atividade física intensa.

Rodolfo Peres não recomenda a substituição de suplementação pelas três refeições principais. Para ele, o indicado é usá-las nos “lanches” intermediárias. Íris também não é a favor da substituição da suplementação e é categórica, ‘Não, de forma nenhuma, apenas podem complementar e dependendo da necessidade’.

Outro alerta é quanto às marcas dos suplementos. Recentemente, a Anvisa (Agência Nacional de Saúde) suspendeu a comercialização de alguns desses produtos devido às distorções entre especificações no rótulo e composição final dos mesmos. Por isso, antes de qualquer coisa: informe-se, consulte um especialista.

RECEITINHAS PROTEICAS

Beijinho (por Rodolfo Peres)

Em uma vasilha, coloque 60 gramas de whey protein sabor baunilha e 3 colheres de sopa de coco ralado sem açúcar. Acrescente leite de coco light aos poucos até adquirir consistência para enrolar a massa em formato de bolinhas.  Polvilhe mais um pouco de coco ralado coloque uns cravos da Índia pra enfeitar.

Mousse (por Íris Miranda)

Misture 1 scoop de 18  a 32g de whey protein, com um pote de iogurte grego light ou desnatado, até ficar em consistência de  mousse. Servir gelado. Por variações de marcas de whey e iogurtes, caso necessário, acrescente leite desnatado até chegar ao ponto de mousse.